Notícias

Divulgação Cultural

 

Apresentação | Dante lettore a Verona. Biblioteche e librial tempo degli Scaligeri, de Caterina Crestani | 19 maio ’22 | 17h00

Apresentação | Dante lettore a Verona. Biblioteche e librial tempo degli Scaligeri, de Caterina Crestani | 19 maio '22 | 17h00

Dante lettore a Verona. Biblioteche e libri
al tempo degli Scaligeri, de Caterina Crestani

APRESENTAÇÃO | 19 maio ’22 | 17h00 | Auditório | Entrada livre

Apresentação do livro de Caterina Crestani sobre as bibliotecas e o ambiente cultural de Verona no século XIV, bem como a influência da família della Scala, na época em que Dante frequentou a cidade. Com a presença da autora e a participação de Alberto Manguel.

A Biblioteca Capitular de Verona está entre as poucas bibliotecas históricas com raízes diretas na Idade Média e constitui um importante ponto de referência para os estudos sobre Dante e a história da cultura do livro em Verona. O século XIV inicia-se em Verona com a presença de Dante Alighieri: na cidade o exilado florentino encontrou hospitalidade e inspiração literária para ali elaborar, durante a sua primeira estadia, os tratados De vulgari eloquentia e Il Convivio; quando lá voltou, como convidado do Cangrande della Scala, pretendia redigir Paradiso e talvez também o tratado Monarchia.

Evocando Dante, este livro contribui para a história da cultura do livro em Verona no século XIV, com incursões nos séculos XIII e XV. Constitui um passeio cronológico que apresenta todas as bibliotecas da cidade – eclesiásticas e privadas – que formaram o pano de fundo da estadia de Alighieri em Verona e descreve como, na corte dos Scaligeri, funcionários, chanceleres, notários e escritores chegaram à posse de antigos e preciosos manuscritos da Capitular para enriquecer as suas coleções pessoais. Manuscritos que ainda hoje são preservados em bibliotecas modernas – como a Biblioteca Apostólica do Vaticano, a Bibliothèque nationale de France e a Biblioteca Cívica de Verona – e que testemunham a raridade do corpus de obras que circulavam na cidade e a vivacidade cultural do pré-humanismo veronês.

Caterina Crestani é doutora em Filologia e técnicas de interpretação pela Universidade Ca’ Foscari de Veneza e graduada em Biblioteconomia pela Escola de Biblioteconomia da Biblioteca Apostólica do Vaticano. Especialista em filologia medieval e humanística pela Universidade de Verona e especialista em história medieval pela Universidade de Pádua, foi investigadora do Departamento de Culturas e Civilizações da Universidade de Verona. Publicou ensaios sobre a história das bibliotecas medievais e humanísticas.

Fonte: bnportugal.pt

Outros artigos em Divulgação Cultural:

Armanda Passos em retrospetiva inédita na Fundação Champalimaud

Armanda Passos em retrospetiva inédita na Fundação Champalimaud

Oportunidade rara para ver a obra de uma das mais notáveis pintoras portuguesas, de 16 novembro a 31 dezembro, no Centro de Exposições da Fundação Champalimaud, em Lisboa. A pintora portuguesa Armanda Passos (1944-2021) será homenageada no Centro de Exposições da Fundação Champalimaud na primeira retrospetiva da sua obra.

Apoios/Parcerias:

Associação Portuguesa para o Estudo Clínico da SIDA (APECS)By The BookCarmo's Residence - Art ApartmentsConsulped - Consultórios de Pediatria e da Famíliaideiavirtual - aplicações interativasLACPEDI - Liga de Apoio Comunitário em prol do Estudo das Doenças InfecciosasLiga dos Amigos do Hospital de São Bernardo, LAHSB-CHS
LASAOrdem dos MédicosSociedade Portuguesa de Escritores e Artistas Médicos (SOPEAM)Sociedade Portuguesa de Medicina Interna: SPMISociedade Portuguesa de Medicina do Viajante (SPMV)sYnapsis