Notícias

Divulgação Cultural

 

Colóquio | Porque o amor é forte como a morte – O Cântico dos Cânticos | 17 / 18 nov. | 11h00 | BNP

Colóquio | Porque o amor é forte como a morte – O Cântico dos Cânticos | 17 / 18 nov. | 11h00 | BNP

Porque o amor é forte como a morte
O Cântico dos Cânticos

COLÓQUIO | 17 / 18 nov. ’21 | 11h00 – 19h00 | Auditório | Entrada livre

As visitas à BNP obrigam à desinfeção das mãos, sendo recomendado o uso de máscara durante toda a permanência no edifício.

Durante os eventos no Auditório é obrigatório o uso de máscara.

O Colóquio contempla a expressão do Cântico dos Cânticos numa perspetiva cronológica, em diversos domínios da cultura portuguesa, da literatura mística e religiosa, à literatura portuguesa na sua vertente lírica, ao teatro, à música e às artes plásticas. A par da exposição patente na BNP em 2020, tem como principal objetivo clarificar a extraordinária influência que o Cântico dos Cânticos exerceu na cultura portuguesa desde o seu alvor, impondo-se, quer na sua vertente religiosa, quer na profana, como um dos seus mais férteis, inegáveis e reiterados paradigmas.

Nenhum poema ao longo do tempo despertou tanto fascínio, dando origem a tantas traduções e interpretações. O seu poético e intenso lirismo permanece, para a cultura portuguesa, uma fonte inesgotável de inspiração.

Gonçalo Salvado, comissário da exposição, é o responsável, em colaboração com a Biblioteca Nacional de Portugal, pelo atual colóquio, também ele dedicado ao Cântico dos Cânticos; nas suas palavras, «considerado por muitos o mais belo poema de amor e erótico da humanidade e que marcou indelevelmente a cultura de expressão em língua portuguesa.»

A exposição e o colóquio representam a antecâmara de um projeto que inclui a publicação de um livro/tese sobre a presença do Cântico dos Cânticos na galáxia da língua portuguesa e a realização de uma exposição internacional, resultantes de uma investigação desenvolvida durante cerca de uma década por Gonçalo Salvado e por Maria João Fernandes.

Mais informações: bnportugal.pt

Outros artigos em Divulgação Cultural:

Mostra | Bicentenário do Peru – 1821-2021 | 3 – 23 dez. | BNP

Mostra | Bicentenário do Peru – 1821-2021 | 3 – 23 dez. | BNP

Há 200 anos, a 28 de julho de 1821, foi proclamada a independência do Peru e, desde então, uma República floresceu nos mais diversos setores culturais. Apresentar essa evolução cultural é o objetivo da mostra Bicentenário do Peru – 1821-2021, organizada pela Embaixada do Peru em Portugal juntamente com a Biblioteca Nacional de Portugal.

Apoios/Parcerias:

Associação Portuguesa para o Estudo Clínico da SIDA (APECS)By The BookCarmo's Residence - Art ApartmentsConsulped - Consultórios de Pediatria e da Famíliaideiavirtual - aplicações interativasLACPEDI - Liga de Apoio Comunitário em prol do Estudo das Doenças InfecciosasLiga dos Amigos do Hospital de São Bernardo, LAHSB-CHS
LASAOrdem dos MédicosSociedade Portuguesa de Escritores e Artistas Médicos (SOPEAM)Sociedade Portuguesa de Medicina Interna: SPMISociedade Portuguesa de Medicina do Viajante (SPMV)sYnapsis