Notícias

Divulgação Cultural

Retrospectiva sobre Jacqueline Audry – Festa do Cinema Francês 2021

Retrospectiva sobre Jacqueline Audry - Festa do Cinema Francês 2021

A FESTA DO CINEMA FRANCÊS E A
CINEMATECA PORTUGUESA PROPÕEM UMA
RETROSPECTIVA SOBRE JACQUELINE AUDRY
ENTRE OS DIAS 8 E 20 DE OUTUBRO

Anunciamos mais uma vez a parceria entre a Festa do Cinema Francês e a Cinemateca Portuguesa, que se juntam para apresentar uma retrospectiva sobre um dos nomes que importa redescobrir na história do cinema francês: Jacqueline Audry.

Presente em Lisboa para fazer a apresentação de todo o programa, estará Brigitte Rollet, investigadora e professora em estudos de cinema e media e autora de Jacqueline Audry : La Femme à la Caméra (2015).

Realizadora francesa, Jacqueline Audry (1908-1977), a única mulher a manter uma produção regular em França entre 1943 e 1969, esteve desaparecida da história do cinema durante largas décadas, não obstante a popularidade de alguns dos seus filmes. A atenção agora reclamada deve-se ao empenho de realizadores como Bertrand Tavernier e a pesquisadora Brigitte Rollet, bem como à digitalização e consequente possibilidade de divulgação alargada dos filmes.

Marcada pela liberdade de abordagem, pela emancipação feminina, o papel das mulheres e a sexualidade, é uma obra surpreendente e ousada, que compreende o filme histórico, a comédia dramática, a comédia policial ou o filme político. Sobre os seus filmes, Audry afirmou retrospetivamente que “tiveram por objeto as relações passionais entre os seres”. Sobre o percurso firmado num mundo eminentemente masculino, sintetizou: “Toda a minha vida profissional foi uma espécie de torneio. Tive de guerrear muito.”

A Festa do Cinema Francês é organizada pela produtora Jangada, apoiada pela Embaixada de França e o Institut français du Portugal, em parceria com a rede das Alliances Françaises em Portugal.

DE 8 A 20 DE OUTUBRO NA CINEMATECA PORTUGUESA

Outros artigos em Divulgação Cultural:

Visita guiada | Exposição A diáspora da palavra | 23 set. | 16h00 | BNP

Visita guiada | Exposição A diáspora da palavra | 23 set. | 16h00 | BNP

A cultura portuguesa no século XVI conheceu o mundo. Muitas são as obras escritas por portugueses – de grandes livros a pequenos textos, passando por poemas isolados – que foram impressas além-fronteiras. Umas acompanharam a diáspora dos seus autores, outras foram aí produzidas por razões económicas ou por interesse dos locais nos escritos desses portugueses – uns vivos, outros mortos.

Mostra | ​Seara Nova, editora de livros | 15 set – 31 dez. | BNP

Mostra | ​Seara Nova, editora de livros | 15 set – 31 dez. | BNP

Embora o papel ímpar que a revista com o mesmo nome desempenhou na cultura portuguesa tenha sobrelevado sobre a restante atividade da Empresa de Publicidade Seara Nova, dada a conhecer em maio de 1921, o conjunto das obras que esta publicou, com aproximadamente seiscentos títulos, eleva-a à condição de uma das principais chancelas editoriais portuguesas do século XX.

Apoios/Parcerias:

Associação Portuguesa para o Estudo Clínico da SIDA (APECS)By The BookCarmo's Residence - Art ApartmentsConsulped - Consultórios de Pediatria e da Famíliaideiavirtual - aplicações interativasLACPEDI - Liga de Apoio Comunitário em prol do Estudo das Doenças InfecciosasLiga dos Amigos do Hospital de São Bernardo, LAHSB-CHS
LASAOrdem dos MédicosSociedade Portuguesa de Escritores e Artistas Médicos (SOPEAM)Sociedade Portuguesa de Medicina Interna: SPMISociedade Portuguesa de Medicina do Viajante (SPMV)sYnapsis