Notícias

Divulgação Cultural

Visitas guiadas | Exposição 100 anos Nadir | 11 ago. / 8 e 15 set. | 15h30 | BNP

Visitas guiadas | Exposição 100 anos Nadir | 11 ago. / 8 e 15 set. | 15h30 | BNP

100 anos Nadir
EXPOSIÇÃO | 23 jun. – 18 set. ’21 | Sala de Referência | Entrada livre

As visitas à BNP obrigam à desinfeção das mãos e à medição da temperatura à entrada do edifício e ao uso de máscara até à saída das instalações

O homem volta-se para a geometria como as plantas se voltam para o sol: é a mesma necessidade de clareza e todas as culturas foram iluminadas pela geometria, cujas formas despertam no espírito um sentimento de exatidão e de evidência absoluta.
Nadir Afonso

A arte clarifica os espíritos e dignifica o homem. A arte humaniza.
Nadir Afonso

A Biblioteca Nacional de Portugal apresenta a exposição 100 Anos Nadir, num modelo reduzido da exposição idealizada por Fátima Vieira, Vice-Reitora da Universidade do Porto, que esteve patente na reitoria da mesma universidade em 2020.

Olhos fitos numa beleza distante, a vida de Nadir Afonso traduz-se na entrega absoluta à arte e à estética como desígnio de vida. A sua história de vida traz consigo uma mensagem: uma visão original da estética e uma obra de características invulgares.

A exposição é composta por um conjunto de pequenos estudos dispostos por núcleos que cruzam os vários períodos ao longo de mais de 75 anos de trabalho, desde o surrealismo — passando pelo período barroco, egípcio e os Espacillimités — até ao fulgor das cidades e um conjunto de telas e guaches que evocam centros urbanos e completam o conjunto.

O fenómeno do espaço e do tempo ocuparam sempre a mente de Nadir Afonso e, regressado do Brasil, onde trabalhou com Óscar Niemeyer, integra o grupo de artistas que procuram a arte cinética, da Galeria Denise René, tendo concebido as pinturas a que chamou Espacillimités. Os fundos brancos são complementados por formas geométricas bem definidas: formas curvas, ogivas, formas côncavas e convexas conjugadas com polígonos, mais ou menos regulares. No avolumar e dispersão de formas e cores, nos Espacillimités encontramos a cidade geométrica que surge assim naturalmente.

Fonte: bnportugal.pt

Outros artigos em Divulgação Cultural:

Visita guiada | Exposição A diáspora da palavra | 23 set. | 16h00 | BNP

Visita guiada | Exposição A diáspora da palavra | 23 set. | 16h00 | BNP

A cultura portuguesa no século XVI conheceu o mundo. Muitas são as obras escritas por portugueses – de grandes livros a pequenos textos, passando por poemas isolados – que foram impressas além-fronteiras. Umas acompanharam a diáspora dos seus autores, outras foram aí produzidas por razões económicas ou por interesse dos locais nos escritos desses portugueses – uns vivos, outros mortos.

Mostra | ​Seara Nova, editora de livros | 15 set – 31 dez. | BNP

Mostra | ​Seara Nova, editora de livros | 15 set – 31 dez. | BNP

Embora o papel ímpar que a revista com o mesmo nome desempenhou na cultura portuguesa tenha sobrelevado sobre a restante atividade da Empresa de Publicidade Seara Nova, dada a conhecer em maio de 1921, o conjunto das obras que esta publicou, com aproximadamente seiscentos títulos, eleva-a à condição de uma das principais chancelas editoriais portuguesas do século XX.

Apoios/Parcerias:

Associação Portuguesa para o Estudo Clínico da SIDA (APECS)By The BookCarmo's Residence - Art ApartmentsConsulped - Consultórios de Pediatria e da Famíliaideiavirtual - aplicações interativasLACPEDI - Liga de Apoio Comunitário em prol do Estudo das Doenças InfecciosasLiga dos Amigos do Hospital de São Bernardo, LAHSB-CHS
LASAOrdem dos MédicosSociedade Portuguesa de Escritores e Artistas Médicos (SOPEAM)Sociedade Portuguesa de Medicina Interna: SPMISociedade Portuguesa de Medicina do Viajante (SPMV)sYnapsis