Notícias

Divulgação Cultural

 

Conferência online | Ciclo Literatura Escrita por Mulheres | Por entre silêncios e sombras: vozes femininas da Idade Média | 25 fev. | 18h00

Conferência online | Ciclo Literatura Escrita por Mulheres | Por entre silêncios e sombras: vozes femininas da Idade Média | 25 fev. | 18h00

https://tinyurl.com/y3d4tuyk
ID da reunião: 893 2419 9377 | Senha de acesso: 850975

Literatura Escrita por Mulheres
Por entre silêncios e sombras: vozes femininas da Idade Média

CICLO DE CONFERÊNCIAS | 25 fev. ’21 | 18h00 |
Evento online via Zoom: https://tinyurl.com/y3d4tuyk
ID da reunião: 893 2419 9377 | Senha de acesso: 850975

Isabel Araújo Branco organiza a edição de 2020/2021 das conferências dedicadas a «Literatura Escrita por Mulheres», a quarta deste ciclo de encontros realizado no âmbito da linha de investigação «História das Mulheres e do Género», do CHAM-Centro de Humanidades NOVA.

A História tem vindo a ser escrita ao longo do tempo como um construto que generaliza a vivência humana através da padronização do e no masculino. História sem género, dir-se-ia, mas que afinal exclui as mulheres da história. A historiografia tem construído barreiras de análise cultural, social, religiosa e política que excluem as mulheres.

Com coordenação de Maria Barreto Dávila, a linha de investigação «História das Mulheres e do Género», do CHAM pretende contrariar esta tendência e constituir-se como uma área de investigação inovadora e multidisciplinar.

Por entre silêncios e sombras: vozes femininas da Idade Média

Num contexto cultural em que as vozes masculinas dominam amplamente o universo literário, o acesso à palavra escrita configurando o próprio espaço do poder, as vozes femininas (frequentemente filtradas ou trasladadas através do discurso masculino) ecoam como vozes discretas, fugidias, oblíquas, muitas vezes anónimas e diluídas, inapreensíveis. As que conseguiram rasgar o silêncio e a sombra, fizeram-no, no entanto, com extraordinária limpidez e profundidade, tanto no registo místico e trovadoresco, como no biográfico, amoroso ou de cariz moral e pedagógico. Proponho aqui dar a ouvir algumas dessas vozes longínquas e inaudíveis, procurando traços e características distintivos de um imaginário feminino da escrita na Idade Média.​

Carlos Carreto

Docente da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa onde leciona unidades curriculares dos domínios de estudos literários e de cultura francesa e onde desempenha atualmente as funções de coordenador executivo do Departamento de Línguas, Culturas e Literaturas Modernas e de subcoordenador científico do IELT. Os seus principais campos de lecionação e de investigação incidem sobre as áreas de Literatura Francesa, Teoria da Literatura, Estudos sobre o Imaginário e Estudos Medievais. Para além de investigador integrado do IELT, é também membro colaborador do Instituto de Estudos Medievais (NOVA FCSH), do GRIS-France e investigador associado do LITT&ARTS (Université Grenoble Alpes). Membro fundador e membro permanente da comissão de redação da revista interdisciplinar luso-francesa Sigila e codirector dos Cadernos do CEIL. Revista Multidisciplinar de Estudos sobre o Imaginário, as suas publicações têm incidido sobre as relações dinâmicas entre Tradição, Mito e Literatura, questionando a forma como o imaginário cultural e ideológico dos séculos XII e XIII moldou as conceções, representações e práticas da narrativa desenvolvidas durante esse período.

Fonte: bnportugal.pt

Outros artigos em Divulgação Cultural:

Apoios/Parcerias:

Associação Portuguesa para o Estudo Clínico da SIDA (APECS)By The BookCarmo's Residence - Art ApartmentsConsulped - Consultórios de Pediatria e da Famíliaideiavirtual - aplicações interativasLACPEDI - Liga de Apoio Comunitário em prol do Estudo das Doenças InfecciosasLiga dos Amigos do Hospital de São Bernardo, LAHSB-CHS
LASAOrdem dos MédicosSociedade Portuguesa de Escritores e Artistas Médicos (SOPEAM)Sociedade Portuguesa de Medicina Interna: SPMISociedade Portuguesa de Medicina do Viajante (SPMV)sYnapsis