Notícias

Divulgação Cultural

Mostra | Luisa Ducla Soares: com sonhos e livros se constrói a vida | 11 mar. | 18h00 | BNP

Mostra | Luisa Ducla Soares: com sonhos e livros se constrói a vida | 11 mar. | 18h00 | BNP

Luisa Ducla Soares: com sonhos e livros se constrói a vida
MOSTRA | 11 mar. ’20 | 18h00 | Sala de Referência | Entrada livre / até 20 jun. ’20

Mostra | Luisa Ducla Soares: com sonhos e livros se constrói a vida | 11 mar. | 18h00 | BNPEmbora Luísa Ducla Soares seja conhecida sobretudo como escritora de literatura infantil, a sua obra está longe de se lhe circunscrever. Com efeito, nos cerca de 180 livros que a constituem e, eventualmente, em outros tantos textos publicados em revistas e jornais, a autora cultivou géneros literários tão diversificados como a poesia, a crónica, o drama, o ensaio, a tradução (de Pablo Neruda, Saul Bellow e Roald Dahl, entre outros escritores consagrados), o memorialismo e o conto. Adicionemos-lhe ainda a edição literária, a elaboração minuciosa de biografias (Garcia de Orta, Teixeira de Pascoaes, Fernão de Magalhães, Ferreira de Castro, Eça de Queirós e José Rodrigues Miguéis), a colaboração em antologias e livros didácticos, e, na esteira de mestres ilustres como José Leite de Vasconcelos, Luís Filipe Lindley Cintra, Carolina Michaëlis de Vasconcelos e Michel Giacometti, a recolha de lendas, adivinhas, trava-línguas e lengalengas, que têm feito a delícia de várias gerações e contribuído para a sua formação multifacetada. Evoquemos, por outro lado, o seu magistério cívico, que se revelou em diversas vertentes: na denúncia da repressão e da censura durante o Estado Novo, no apoio a causas humanitárias e no diálogo permanente que mantém com as escolas, disseminando a magia da palavra e, sem moralismos, apelando à adopção de valores consentâneos com a natureza humana.

A sua obra e a sua praxis cívica têm sido amplamente reconhecidas pelos leitores jovens e pela comunidade intelectual e a população em geral. Não surpreende, portanto, que os seus textos estejam traduzidos em chinês, francês, italiano, neerlandês, alemão, catalão, basco, galego e inglês e que várias escolas e bibliotecas nacionais ostentem o seu nome.

Convidamo-lo, pois, a partilhar a mundividência peculiar de Luísa Ducla Soares.

Fonte: bnportugal.pt

Outros artigos em Divulgação Cultural:

1 OUTUBRO | ARTUR PIZARRO | RECITAL DE PIANO

1 OUTUBRO | ARTUR PIZARRO | RECITAL DE PIANO

Celebrando a longa ligação portuguesa e francesa à cultura e música chinesa, Artur Pizarro interpreta obras de compositores dos 3 países, num programa original concebido para este recital na Fundação Oriente, que assinala o Dia Europeu das Fundações e Doadores e o Dia Mundial da Música.

Congresso | Mistérios e segredos dos Cancioneiros: caminhos da poesia, iluminura e escrita nas cantigas medievais… | 22 set. ’22 | 09h30-18h00

Congresso | Mistérios e segredos dos Cancioneiros: caminhos da poesia, iluminura e escrita nas cantigas medievais… | 22 set. ’22 | 09h30-18h00

O projeto “Stemma – Do Canto à escrita. Produção material e percursos da lírica galego-portuguesa” visou compreender melhor tanto os parâmetros da passagem do canto trovadoresco ibérico à escrita, como o desconhecido percurso posterior dos manuscritos, nomeadamente o papel que neste stemma desempenharam importantes figuras do humanismo renascentista português e europeu

Apoios/Parcerias:

Associação Portuguesa para o Estudo Clínico da SIDA (APECS)By The BookCarmo's Residence - Art ApartmentsConsulped - Consultórios de Pediatria e da Famíliaideiavirtual - aplicações interativasLACPEDI - Liga de Apoio Comunitário em prol do Estudo das Doenças InfecciosasLiga dos Amigos do Hospital de São Bernardo, LAHSB-CHS
LASAOrdem dos MédicosSociedade Portuguesa de Escritores e Artistas Médicos (SOPEAM)Sociedade Portuguesa de Medicina Interna: SPMISociedade Portuguesa de Medicina do Viajante (SPMV)sYnapsis