Notícias

Divulgação Cultural

Encontro Anual IHC | Futuros da História | História Contemporânea | 15 nov. | 9h30 | BNP

Encontro Anual IHC | Futuros da História | História Contemporânea | 15 nov. | 9h30 | BNP

Futuros da História | História Contemporânea
ENCONTRO ANUAL IHC | 15 nov. ’18 | 09h30 | Auditório / Sala Multimédia / Sala de Formação | Entrada livre

Encontro Anual IHC | Futuros da História | História Contemporânea | 15 nov. | 9h30 | BNPEsta edição do encontro anual Futuros da História é inteiramente dedicada a identificar e discutir novos desafios que se colocam aos investigadores especializados no estudo do período contemporâneo. A partir de 2019, o Instituto de História Contemporânea, no quadro do seu projeto estratégico, passará a acolher cinco novas linhas temáticas de investigação, que irão procurar construir pontes entre os diferentes grupos do Instituto, assim como aproximar o Instituto de colegas de outros centros de investigação nacionais e internacionais, no campo da História, como no de outras disciplinas, das Ciências Sociais às Ciências Naturais. No decurso do dia, uma parte do programa de trabalhos será exclusivamente dedicado à apresentação destas novas linhas temáticas e à discussão das possibilidades que as mesmas abrem. Haverá também uma mesa-redonda especificamente dedicada a debater o estado da investigação em torno do Portugal Contemporâneo, bem como uma conferência em torno das relações entre os historiadores e os estados ao longo das últimas décadas. O dia terminará com o lançamento dos primeiros livros a publicar pela recém-criada Imprensa de História Contemporânea.

Organização: Instituto de História Contemporânea (IHC-NOVA FCSH)

Programa

09h30 | Auditório – Abertura dos trabalhos, pela direção do IHC

09h45 | Novas linhas temáticas do IHC

Auditório – Usos do Passado: Memória e Património Cultural. Com PAULA GODINHO (coordenadora da linha) e MIGUEL CARDINA (CES-UC).

Sala Multimédia – Colonialismo, Anticolonialismo e Pós-colonialismo. Com PEDRO AIRES OLIVEIRA (coordenador da linha) e CRISTINA NOGUEIRA DA SILVA (NOVA Direito)

11h15 | pausa para café

11h30 | A História do Portugal Contemporâneo, Estado da Questão

Auditório – Mesa-Redonda com ANTÓNIO COSTA PINTO (ICS-UL), FÁTIMA SÁ E MELO FERREIRA (ISCTE-IUL) e FERNANDO ROSAS (IHC).

13h00 | pausa para almoço

14h45 | Auditório – State-sponsored History after 1945, conferência por BERBER BEVERNAGE (Ghent University).

16h15 | pausa para café

16h30 | Novas linhas temáticas do IHC

Auditório – Mediações Modernas: Arte, Tecnologia e Comunicação. Com intervenções iniciais de TIAGO BAPTISTA (Cinemateca Portuguesa-Museu do Cinema, investigador do IHC) e MANUEL DENIZ SILVA (musicólogo, investigador do CESEM-NOVA).

Sala Multimédia – Mundos Precários e Sustentabilidade: Natureza, Saúde e Trabalho. Com intervenções iniciais de ANA ISABEL QUEIROZ (coordenadora da linha) e MARCO ARMIERO (KTH Royal Institute of Technology, Suécia).

Sala de Formação – Histórias Conectadas: Construção do Estado, Movimentos Sociais e Economia Política. Com intervenções iniciais de MANUEL LOFF (coordenador da linha) e JOÃO RODRIGUES (CES-UC).

18h00 | Auditório – Apresentação da Imprensa de História Contemporânea, por PAULO JORGE FERNANDES (IHC)

Será servido um Porto de Honra

Fonte: bnportugal.pt

Outros artigos em Divulgação Cultural:
1 OUTUBRO | ARTUR PIZARRO | RECITAL DE PIANO

1 OUTUBRO | ARTUR PIZARRO | RECITAL DE PIANO

Celebrando a longa ligação portuguesa e francesa à cultura e música chinesa, Artur Pizarro interpreta obras de compositores dos 3 países, num programa original concebido para este recital na Fundação Oriente, que assinala o Dia Europeu das Fundações e Doadores e o Dia Mundial da Música.

Congresso | Mistérios e segredos dos Cancioneiros: caminhos da poesia, iluminura e escrita nas cantigas medievais… | 22 set. ’22 | 09h30-18h00

Congresso | Mistérios e segredos dos Cancioneiros: caminhos da poesia, iluminura e escrita nas cantigas medievais… | 22 set. ’22 | 09h30-18h00

O projeto “Stemma – Do Canto à escrita. Produção material e percursos da lírica galego-portuguesa” visou compreender melhor tanto os parâmetros da passagem do canto trovadoresco ibérico à escrita, como o desconhecido percurso posterior dos manuscritos, nomeadamente o papel que neste stemma desempenharam importantes figuras do humanismo renascentista português e europeu

Apoios/Parcerias:

Associação Portuguesa para o Estudo Clínico da SIDA (APECS)By The BookCarmo's Residence - Art ApartmentsConsulped - Consultórios de Pediatria e da Famíliaideiavirtual - aplicações interativasLACPEDI - Liga de Apoio Comunitário em prol do Estudo das Doenças InfecciosasLiga dos Amigos do Hospital de São Bernardo, LAHSB-CHS
LASAOrdem dos MédicosSociedade Portuguesa de Escritores e Artistas Médicos (SOPEAM)Sociedade Portuguesa de Medicina Interna: SPMISociedade Portuguesa de Medicina do Viajante (SPMV)sYnapsis