Notícias

Divulgação Cultural

Concerto | Música na Biblioteca | Solistas da Orquestra Metropolitana de Lisboa | Telemann e Boismortier | 30 nov. | 13h00 | Entrada livre

Concerto | Música na Biblioteca | Solistas da Orquestra Metropolitana de Lisboa | Telemann e Boismortier | 30 nov. | 13h00 | Entrada livre

30 novembro 2018, sexta-feira – 13:00

No início do século XVIII surgiram na Alemanha várias publicações periódicas destindaas às famílias mais ilustradas e com mais recursos. Entre estas, a primeira publicação exclusivamente dedicada à disciplina musical data de 1728. Intitulava-se O fiel mestre de música. Sendo uma iniciativa de Georg Phillipp Telemann, tinha como duplo propósito servir de recurso didático para músicos amadores e facultar repertório para ser tocado nos salões de convivência privados. Ao longo de cerca de um ano foram impressos 25 números com curtas peças vocais e instrumentais assinadas por vários compositores e por si próprio, tais como a Sonata para Fagote TWV 41: f1. Uma década mais tarde, o mesmo Telemann publicou outro livro célebre, os Essercizii Musici. Trata-se neste caso de uma compilação de sonatas particularmente representativa do género naquela época. Acha-se aí a Sonata TWV 41: e5 que, embora fosse originalmente destinada para viola da gamba, seria também tocada por instrumentos de equivalente tessitura, como é o caso do fagote.

À semelhança de Telemann, também Joseph Bodin de Boismortier foi um dos músicos mais empreendedores no então recente mercado da edição de partituras, no seu caso a partir da cidade de Paris. Teve assim origem a Sonata para Dois Fagotes Op. 14/3, em 1726. São três andamentos marcados pelos arquétipos de dança, conforme era comum na música instrumental daquele período, sobretudo em França. Isso mesmo o comprova a sua Suíte para Cravo Op. 59, composta uma década mais tarde. Neste caso, os padrões ritmos dançáveis aparecem associados a expressões de carácter… tais como «A cavernosa» ou «A esquelética»!

Telemann e Boismortier
Solistas da Metropolitana

Sexta-feira, 30 de novembro, 13h00, Biblioteca Nacional de Portugal

G. P. Telemann Sonata para Fagote em Fá Menor, TWV 41: f1
J. B. de Boismortier Suíte para Teclas em Dó Menor, Op. 59/1, I a III
G. P. Telemann Sonata para Fagote em Mi Menor, TWV 41: e5
J. B. de Boismortier Suíte para Teclas em Dó Menor, Op. 59/1, IV e V
J. B. de Boismortier Sonata para Dois Fagotes em Ré Menor, Op. 14/3
Lurdes Carneiro, Rafaela Oliveira fagotes, Marcos Magalhães cravo, Tatiana Leonor violoncelo

Fonte: metropolitana.pt

Outros artigos em Divulgação Cultural:

Apoios/Parcerias:

Associação Portuguesa para o Estudo Clínico da SIDA (APECS)By The BookConsulped - Consultórios de Pediatria e da Famíliaideiavirtual - aplicações interativasLACPEDI - Liga de Apoio Comunitário em prol do Estudo das Doenças InfecciosasLiga dos Amigos do Hospital de São Bernardo, LAHSB-CHSLASA
Ordem dos MédicosSociedade Portuguesa de Escritores e Artistas Médicos (SOPEAM)Sociedade Portuguesa de Medicina Interna: SPMISociedade Portuguesa de Medicina do Viajante (SPMV)sYnapsis