Notícias

Divulgação Cultural

18 Novembro | A QUATRO MÃOS – SOLISTAS DA METROPOLITANA | Entrada gratuita

18 Novembro | A QUATRO MÃOS - SOLISTAS DA METROPOLITANA | Entrada gratuita

Domingo | 18 Novembro | 16.00 | Entrada gratuita

PROGRAMA

J. C. Bach | Sonata em Dó Maior para Piano a 4 Mãos, W. A18, Op. 15/6
W. A. Mozart | Sonata em Ré Maior para Piano a 4 Mãos, KV 381
J. C. Bach | Dueto em Fá Maior, W. A20, Op. 18/6
W. A. Mozart | Sonata em Dó Maior para Piano a 4 Mãos, KV 521

Anna Tomasik, Savka Konjikusic [piano]

M/6 anos
Entrada gratuita, sujeita ao levantamento do bilhete no próprio dia

Johann Christian Bach, o filho mais novo de Johann Sebastian, foi um dos principais protagonistas da transição entre os períodos barroco e clássico. Como exemplo, quando compunha para cravo ou piano-forte, explorava distintamente as particularidades técnicas e expressivas de cada um dos instrumentos. Uma das práticas inovadoras que então surgiu foi a possibilidade de dois músicos tocarem simultaneamente no mesmo teclado, o que se tornou muito apreciado nos salões privados da época. No caso, essas suas composições destinavam-se à aristocracia londrina, pois viveu e trabalhou na capital inglesa na segunda metade da vida. Foi aí que em 1765 tocou na presença do rei Jorge III ao lado de uma criança prodígio, Wolfgang Amadeus Mozart, para quem logo se tornou numa influência determinante. Por sinal, também Mozart encantava a aristocracia de toda a Europa interpretando peças a quatro mãos juntamente com sua irmã, Maria Anna. A Sonata em Ré Maior KV 381 foi composta em Salzburgo sete anos mais tarde e espelha bem o espírito luzente do jovem de 16 anos de idade. Já a Sonata KV 521 data dos tempos de Viena. Escrita em 1787, confronta os intérpretes com desafios técnicos bastante mais exigentes.

Fonte: www.museudooriente.pt

Outros artigos em Divulgação Cultural:

Concerto | A Arte da Variação no Tempo de Francisco de Holanda | 16 fev. | 14h30 | BNP

Concerto | A Arte da Variação no Tempo de Francisco de Holanda | 16 fev. | 14h30 | BNP

Terminando as iniciativas comemorativas dos 500 anos do nascimento de Francisco de Holanda, homenageia-se esta figura incontornável do Renascimento com o concerto A Arte da Variação no Tempo de Francisco de Holanda (1517-1584), apresentado pelos Segréis de Lisboa, ao qual se segue a última visita guiada à exposição, pela comissária Sylvie Deswarte-Rosa

Invicta.Música.Filmes · 10 – 19 Fevereiro 2019

Invicta.Música.Filmes · 10 – 19 Fevereiro 2019

A magia do cinema regressa à Casa da Música com quatro cine-concertos a não perder. No ano em que se completam 130 anos desde o nascimento de Charles Chaplin, A Quimera do Ouro está em cartaz numa sessão única na Sala Suggia. A banda sonora deste filme mudo inesquecível é interpretada ao vivo pela Orquestra Sinfónica

Apoios/Parcerias:

Associação Portuguesa para o Estudo Clínico da SIDA (APECS)By The BookCarmo's Residence - Art ApartmentsConsulped - Consultórios de Pediatria e da Famíliaideiavirtual - aplicações interativasLACPEDI - Liga de Apoio Comunitário em prol do Estudo das Doenças InfecciosasLiga dos Amigos do Hospital de São Bernardo, LAHSB-CHS
LASAOrdem dos MédicosSociedade Portuguesa de Escritores e Artistas Médicos (SOPEAM)Sociedade Portuguesa de Medicina Interna: SPMISociedade Portuguesa de Medicina do Viajante (SPMV)sYnapsis