Notícias

Divulgação Cultural

Exposição | Tutankhamon em Portugal: Relatos na imprensa portuguesa 1922-1939 | Inauguração: 4 nov. ’22 – 15h00 | Sala de Referência

Exposição | Tutankhamon em Portugal: Relatos na imprensa portuguesa 1922-1939 | Inauguração: 4 nov. '22 - 15h00 | Sala de Referência

Tutankhamon em Portugal: Relatos na imprensa portuguesa 1922-1939
EXPOSIÇÃO | 4 nov. ’22 – 5 abr. ’23 | Inauguração: 15h00 | Sala de Referência | Entrada livre

A descoberta do túmulo de Tutankhamon, a 4 de novembro de 1922, foi noticiada pela imprensa internacional, de forma inusitada, tornando este faraó, o arqueólogo responsável pelo achado (Howard Carter) e o seu patrocinador (Lord Carnarvon, falecido a 5 de abril de 1923) sobejamente conhecidos de milhões de leitores.

Ironicamente, Tutankhamon era um dos faraós menos conhecidos da história egípcia e Howard Carter um arqueólogo sem créditos firmados que, assim, de um dia para o outro, passaram da obscuridade para as páginas dos periódicos.

Esta extraordinária descoberta arqueológica foi profusamente divulgada pela imprensa portuguesa que, principalmente nos anos de 1923 e 1924, acompanhou com interesse o que se passava no distante Vale dos Reis, no Egipto. A forma como esta descoberta foi divulgada, e o interesse que gerou na sociedade portuguesa ilustram bem a profunda relação existente entre a comunicação e a história/arqueologia.

Entre 1922 (ano da descoberta do túmulo) e 1939 (ano da morte de Howard Carter), 28 periódicos portugueses publicaram 234 notícias, de diferentes tipos (desde curtas e pouco desenvolvidas notícias de agência até reportagens desenvolvidas e ilustradas), sobre a descoberta do túmulo do faraó Tutankhamon e os diversos eventos a ela associados.

A presente exposição é um resultado direto de um projeto de investigação, no âmbito da receção do Egipto antigo, intitulado Tutankhamon em Portugal. Relatos na imprensa portuguesa (1922-1939). O projeto recolheu e analisou todas as notícias publicadas, entre 1922 e 1939, nos periódicos portugueses, sobre a descoberta do túmulo do faraó Tutankhamon, mostrando como a imprensa portuguesa, informando com regularidade e detalhe os seus leitores sobre o que de mais interessante ia acontecendo no Egipto, se tornou um agente ativo da receção do antigo Egipto em Portugal.

Dar a conhecer, de forma simples, mas impressiva, essas diferentes notícias, enquadrando-as no âmbito dos trabalhos arqueológicos em curso, demonstrando o interesse da imprensa portuguesa pela descoberta arqueológica e factos a ela associados e a forma como fez chegar esta manifestação do antigo Egipto aos seus leitores e ouvintes, bem como clarificar os contornos da Tutmania e Mumiamania em Portugal, estão entre os objetivos subjacentes a esta exposição.

Fonte: bnportugal.pt

Outros artigos em Divulgação Cultural:

Armanda Passos em retrospetiva inédita na Fundação Champalimaud

Armanda Passos em retrospetiva inédita na Fundação Champalimaud

Oportunidade rara para ver a obra de uma das mais notáveis pintoras portuguesas, de 16 novembro a 31 dezembro, no Centro de Exposições da Fundação Champalimaud, em Lisboa. A pintora portuguesa Armanda Passos (1944-2021) será homenageada no Centro de Exposições da Fundação Champalimaud na primeira retrospetiva da sua obra.

Apoios/Parcerias:

Associação Portuguesa para o Estudo Clínico da SIDA (APECS)By The BookCarmo's Residence - Art ApartmentsConsulped - Consultórios de Pediatria e da Famíliaideiavirtual - aplicações interativasLACPEDI - Liga de Apoio Comunitário em prol do Estudo das Doenças InfecciosasLiga dos Amigos do Hospital de São Bernardo, LAHSB-CHS
LASAOrdem dos MédicosSociedade Portuguesa de Escritores e Artistas Médicos (SOPEAM)Sociedade Portuguesa de Medicina Interna: SPMISociedade Portuguesa de Medicina do Viajante (SPMV)sYnapsis