Notícias

Divulgação Cultural

Concerto | O diário de um desaparecido, de Leoš Janáček | 28 maio ’22 | 21h30 | Átrio do Anfiteatro

Concerto | O diário de um desaparecido, de Leoš Janáček | 28 maio '22 | 21h30 | Átrio do Anfiteatro

O diário de um desaparecido, de Leoš Janáček
CONCERTO | 28 maio ’22 | 21h30 | Átrio do Anfiteatro | Entrada livre

No âmbito das comemorações do centenário do escritor e encenador Jorge Listopad (1921-2017), o MPMP Património Musical Vivo convidou o jovem compositor Miguel Resende Bastos, galardoado com o Prémio Musa 2020, a adaptar o célebre ciclo de canções O Diário de um desaparecido de Leoš Janáček, que narra a história de amor entre um jovem aldeão morávio e uma jovem cigana.

A partitura de Janáček é aqui entrecortada com textos de Listopad, que tinha pelo compositor checo, seu conterrâneo, uma enorme admiração.

Programa

Leoš Janáček e Miguel Resende Bastos, O diário de um desaparecido, estreia absoluta, encomenda MPMP no âmbito do Prémio Musa 2020

Miguel Loureiro, narração e direção cénica
Ricardo Campos, desenho de luz

Fabien Hyon, tenor
Ana Raquel Sousa, soprano
Beatriz Volante, soprano
Rita Filipe, contralto

Ensemble MPMP
Ana Catarina Costa, flauta
Miguel Polido, saxofone
Armando Martins, trompa
Salomé Pais Matos, harpa
Ângela Carneiro, violoncelo
Jan Wierzba, piano e direção musical

O MPMP Património Musical Vivo é uma plataforma de descoberta de música e de músicos portugueses. A curiosidade, o prazer da surpresa e a vontade de desafiar passado e futuro, construindo diálogos inesperados entre repertórios antigos e novas sonoridades caracterizam o seu trabalho. Acreditando na necessidade de dinamizar, valorizar e fazer crescer o meio musical português, assumem-se como “o palco de muitas vozes” e a música é o seu guião.

Fonte: bnportugal.pt

Outros artigos em Divulgação Cultural:

Armanda Passos em retrospetiva inédita na Fundação Champalimaud

Armanda Passos em retrospetiva inédita na Fundação Champalimaud

Oportunidade rara para ver a obra de uma das mais notáveis pintoras portuguesas, de 16 novembro a 31 dezembro, no Centro de Exposições da Fundação Champalimaud, em Lisboa. A pintora portuguesa Armanda Passos (1944-2021) será homenageada no Centro de Exposições da Fundação Champalimaud na primeira retrospetiva da sua obra.

Apoios/Parcerias:

Associação Portuguesa para o Estudo Clínico da SIDA (APECS)By The BookCarmo's Residence - Art ApartmentsConsulped - Consultórios de Pediatria e da Famíliaideiavirtual - aplicações interativasLACPEDI - Liga de Apoio Comunitário em prol do Estudo das Doenças InfecciosasLiga dos Amigos do Hospital de São Bernardo, LAHSB-CHS
LASAOrdem dos MédicosSociedade Portuguesa de Escritores e Artistas Médicos (SOPEAM)Sociedade Portuguesa de Medicina Interna: SPMISociedade Portuguesa de Medicina do Viajante (SPMV)sYnapsis