Notícias

Destaques

DGS não exagerou quando trabalhou sobre o pior dos cenários, diz diretor de infecciologia do Hospital de Setúbal

DGS não exagerou quando trabalhou sobre o pior dos cenários, diz diretor de infecciologia do Hospital de Setúbal

O infecciologista José Poças diz que teria sido possível antecipar esta terceira onda. Alerta para impacto da pandemia nas doenças oncológicas e mentais. E defende testagem massiva para desconfinar.

Ver notícia:  observador.pt 21 fev 2021

Outros artigos em Destaque:
Apresentação das obras de João Taborda e de José Poças

Apresentação das obras de João Taborda e de José Poças

José Poças “Reflexões em tempos de Pandemia” apresentada por Viriato Soromenho Marques e José Fragata | “João Taborda: Um fotógrafo humanista” apresentada por António Caeiro e Carlos Sargedas | Lisboa » Auditório | Ordem dos Médicos (OM) 05.11.21 | Porto 12.11.21 | SETÚBAL 19.11.21

A escolha centrada no doente: porquê mudar?

A escolha centrada no doente: porquê mudar?

Na segunda parte da reunião HIV Care 2021, que decorreu no dia 8 de julho no Lux Lisboa Park Hotel, foram essencialmente focadas as evidências de BIC/FTC/TAF no grupo de doentes virologicamente suprimidos e com experiência prévia a outros tratamentos antirretrovíricos.

Apoios/Parcerias:

Associação Portuguesa para o Estudo Clínico da SIDA (APECS)By The BookCarmo's Residence - Art ApartmentsConsulped - Consultórios de Pediatria e da Famíliaideiavirtual - aplicações interativasLACPEDI - Liga de Apoio Comunitário em prol do Estudo das Doenças InfecciosasLiga dos Amigos do Hospital de São Bernardo, LAHSB-CHS
LASAOrdem dos MédicosSociedade Portuguesa de Escritores e Artistas Médicos (SOPEAM)Sociedade Portuguesa de Medicina Interna: SPMISociedade Portuguesa de Medicina do Viajante (SPMV)sYnapsis