Notícias

Divulgação Cultural

Conferência | Da extinção da Ordem do Templo à criação da Ordem de Cristo | 18 mar. | 18h00 | BNP

Conferência | Da extinção da Ordem do Templo à criação da Ordem de Cristo | 18 mar. | 18h00 | BNP

700 anos da Ordem de Cristo
DESTAQUE | 7 mar. – 6 abr.´19 | Sala de Referência | Entrada livre
CONFERÊNCIA | 18 mar. ´19 | 18h00 | Auditório | Entrada livre

Fernando Larcher reúne alguns documentos e reproduções lembrando a fundação da Ordem de Cristo e realiza dia 18 de março uma conferência intitulada Da bula Vox in excelso de 1312 à bula Ad ea ex quibus de 1319: Da extinção da Ordem do Templo à criação da Ordem de Cristo.

Foi em 14 de março de 1319 que, após demoradas, difíceis e delicadas negociações, subsequentes à perseguição por Filipe o Belo dos Templários e à extinção da sua Ordem por Clemente V, em 3 de abril de 1312, o papa João XXII outorgou a bula Ad ea ex quibus, pela qual erigia a Ordem da Cavalaria de Jesus Cristo. Correspondia assim aos desejos de el-Rei D. Dinis que, em estratégia conjugada com os monarcas de Castela e Aragão, almejava que os bens da Ordem do Templo em Portugal convergissem para uma Ordem nacional.

Em 18 de novembro desse ano é instituída canonicamente a Ordem, em cerimónia realizada no paço régio de Santarém, na qual D. Dinis recebe o juramento do seu primeiro mestre. Era o início da mais notável das Ordens militares Portuguesas, Ordem que, através de fases e vicissitudes diversas – militar, monástica, de novo militar e por fim honorífica -, imprimindo a sua cruz nas velas que sulcaram os mares, deu voz maior à história e à grandeza de Portugal.

Fonte: bnportugal.pt

Outros artigos em Divulgação Cultural:

Visita guiada | Em demanda da biblioteca de Fernão de Magalhães | 21 mar. | 16h30 | BNP

Visita guiada | Em demanda da biblioteca de Fernão de Magalhães | 21 mar. | 16h30 | BNP

Fernão de Magalhães é provavelmente um dos mais célebres navegadores portugueses de todos os tempos, pela sua ligação à primeira viagem de circumnavegação do globo terrestre. Depois de uma carreira mais ou menos discreta ao serviço de el-rei D. Manuel I, que o levou nos inícios do século XVI a terras do Oriente e também a Marrocos, passou a Espanha em finais de 1517, incompatibilizado com o monarca português, que lhe recusara a mercê a que julgava ter direito pelos serviços prestados à coroa lusitana

Apoios/Parcerias:

Associação Portuguesa para o Estudo Clínico da SIDA (APECS)By The BookCarmo's Residence - Art ApartmentsConsulped - Consultórios de Pediatria e da Famíliaideiavirtual - aplicações interativasLACPEDI - Liga de Apoio Comunitário em prol do Estudo das Doenças InfecciosasLiga dos Amigos do Hospital de São Bernardo, LAHSB-CHS
LASAOrdem dos MédicosSociedade Portuguesa de Escritores e Artistas Médicos (SOPEAM)Sociedade Portuguesa de Medicina Interna: SPMISociedade Portuguesa de Medicina do Viajante (SPMV)sYnapsis