Notícias

Divulgação Cultural

Sessão | Augusto Abelaira, um amigo também | 19 set. | 18h00 | BNP

Sessão | Augusto Abelaira, um amigo também | 19 set. | 18h00 | BNP

Augusto Abelaira, um amigo também
SESSÃO | 19 setembro ’18 | 18h00 | Auditório | Entrada livre

Augusto AbelairaEncontro sobre Augusto Abelaira, com intervenções de:

  • Maria Antónia Palla – Augusto Abelaira, um amigo também
  • Paulo Alexandre Pereira – Outrora, agora. Ler Augusto Abelaira hoje

Este encontro decorre no âmbito da exposição Augusto Abelaira e o continuum narrativo, patente na BNP até 29 de setembro.

Maria Antónia Palla nasceu em 1933 em casa dos avós paternos, no Seixal. Frequentou o Licée Français Charles Lepierre, em Lisboa, do 1.º ao 7.º anos. Licenciou-se em Ciências Histórico-Filosóficas na Faculdade de Letras de Lisboa. Aí conheceu e se tornou amiga de Augusto Abelaira. É casada, tem um filho e dois netos. O jornalismo foi a sua única profissão, iniciada em 1968 no Diário Popular. Trabalhou depois em diversos jornais, revistas e televisão, notabilizando-se na realização de grandes reportagens e trabalhos de investigação.

Simultaneamente, desenvolveu intensa atividade cívica e política, nomeadamente na defesa da democracia, da liberdade de imprensa e dos direitos das mulheres. Foi a primeira mulher a ocupar o cargo de vice-presidente do Sindicato e de presidente da Caixa de Previdência dos Jornalistas. Foi membro eleito do Conselho de Imprensa e do Fórum Português para a Paz e Democracia em Angola. É uma das fundadoras da Biblioteca Feminista Ana de Castro Osório, integrada na Biblioteca Municipal de Belém. Publicou vários livros dos quais de destacam: Só acontece aos outros: histórias de violência; Revolução, meu amor; e Viver pela liberdade.

É comendadora da Ordem da Liberdade. Após a reforma, aos 75 anos, manteve-se ativa, participando em campanhas eleitorais, colóquios, conferências, escrevendo artigos e prefácios, e apresentando livros.

Paulo Alexandre Pereira é licenciado em Português-Inglês (Universidade de Aveiro, 1990), mestre em Literatura Comparada (Universidade Nova de Lisboa, 1996) e doutor em Literatura (Universidade de Aveiro, 2005). Exerce funções como professor auxiliar no Departamento de Línguas e Culturas da Universidade de Aveiro, onde, desde 1991, tem lecionado várias disciplinas de licenciatura, mestrado e doutoramento na área da Literatura Portuguesa e desenvolvido atividade de investigação no domínio dos Estudos Literários. É investigador no Centro de Línguas, Literaturas e Culturas da Universidade de Aveiro. Coordenou um volume de ensaios sobre a obra de Augusto Abelaira (Voltar a Ler: Augusto Abelaira, Universidade de Aveiro 2008) e publicou vários estudos sobre o autor que se encontram dispersos por diversas publicações nacionais.

Fonte: bnportugal.pt

Outros artigos em Divulgação Cultural:

Mostra | Irmãs Brontë: 200 anos | 20 setembro – BNP

Mostra | Irmãs Brontë: 200 anos | 20 setembro – BNP

As irmãs Charlotte (1816-1855), Emily (1818-1848) e Anne (1820-1849) Brontë, filhas de Patrick Brontë (1777-1861) e Maria Branwell (1783-1821), nasceram no início do século XIX, com dois anos de intervalo entre si, e ficaram conhecidas como romancistas e poetisas, tendo publicado as suas obras em datas próximas e, como era aliás comum na época, sob pseudónimos masculinos

Apoios/Parcerias:

Associação Portuguesa para o Estudo Clínico da SIDA (APECS)By The BookConsulped - Consultórios de Pediatria e da Famíliaideiavirtual - aplicações interativasLACPEDI - Liga de Apoio Comunitário em prol do Estudo das Doenças InfecciosasLiga dos Amigos do Hospital de São Bernardo, LAHSB-CHSLASA
Ordem dos MédicosSociedade Portuguesa de Escritores e Artistas Médicos (SOPEAM)Sociedade Portuguesa de Medicina Interna: SPMISociedade Portuguesa de Medicina do Viajante (SPMV)sYnapsis